Saiba o que aconteceu no I EducaCamp

Hoje faz uma semana que nos reunimos em São Paulo no Espaço Gafanhoto para a realização do I EducaCamp – Encontro de professores blogueiros.

 

Aguardei nossos colegas se manifestarem para então fazer um resumo e disponibilizar aqui no blog

 

Sobre o quanto foi bom nos encontrarmos pessoalmente já registrei em meu blog Educar Já! e pode ser lido acessando o http://cybelemeyer.blogspot.com/2008/07/i-educacamp-sucesso-total.html

 

O EducaCamp por ser um encontro de professores blogueiros teve como foco principal o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação como recursos de aprendizagem em sala de aula. Na verdade esse tema foi o que deu início ao Camp que trás na sua essência a “reunião de pessoas para debaterem diferentes assuntos propostos pelos próprios participantes de forma aberta, democrática e colaborativa”.

 

A desconferência iniciou com as apresentações nas quais as pessoas já faziam “link” compartilhando suas experiências profissionais.

A diversidade dos participantes enriqueceu muito o debate em razão de todos estarem envolvidos com a educação, porém nem todos habitarem a sala de aula.

 

 O Watanabe do Mente Inovadora (http://menteinovadora.com.br/ ) falou sobre o estudo feito e a preocupação existente no Mente Inovadora sobre o desenvolvimento do jogo de pensar com abordagem interacionista incentivando o aprender novas habilidades que a vida moderna exige do indivíduo. Os jogos propõem a solução de problemas. Finalizado o jogo o professor deve fazer a analogia para a solução de problemas reais onde o aluno tentará resolvê-los utilizando o mesmo raciocínio.

 

Já a Beth que trabalha no Instituto Santa Terezinha da cidade de São Paulo (http://www.institutosantateresinha.org.br/ ) e atua no laboratório de informática educativa para deficientes auditivos  compartilhou as maravilhosas experiências destacando o empenho e motivação que estes alunos apresentam durante as aulas. Também nos fez recordar de que o vídeo que sua escola enviou para Portugal para participar do concurso “BiblioFilmes Festival” sobre Literatura foi o vencedor.

 

Marinez e Mari Neuza da Escola Municipal Senador Paqualini (http://escolasp.blogspot.com/ ) vieram de Passo Fundo (RS) e falaram com muita empolgação sobre o trabalho que desenvolvem na formação e capacitação de professores para o uso das ferramentas multimídias e software tanto o proprietário quanto o livre. Comentou que é fundamental o professor saber utilizar os dois uma vez que há escolas que utilizam o Windows bem como outras que adotam o Linux.

Compartilhou a reação de professores que não sabiam nem ligar o computador e que tinham vergonha de perguntar. Porém agora, já familiarizados com os recursos, se sentem muito motivados e que pergunta é o que não falta. Comentou também sobre a interação e espírito de solidariedade que envolve todos que trabalham no Laboratório de Informática.

 

Marinez e Mari Neuza vieram para o EducaCamp a convite do biólogo e professor Frederico Gonçalves Guimarães (http://teia.bio.br/) que mora em Belo Horizonte (MG). Fred, como é carinhosamente chamado, é professor e desenvolve pesquisas e estudos além da tradução de softwares livres na Prefeitura de Belo Horizonte. Sua paixão pelo Linux não é segredo para ninguém e o defende gladiadoramente com muita propriedade. Discorreu sobre todas as vantagens e facilidades que se pode obter com o seu uso. Falou da possibilidade de trocar todos os aplicativos proprietários normalmente usados no Windows por correspondentes livres. Fez a analogia da Teoria da Evolução de Darwin com a evolução do software livres uma vez que investe em diversidade. Como prova de sua paixão pelo Linux levou sua mascote pingüim para o EducaCamp.

 

O professor Wolney Honório Filho (http://www.soprando.net/)  que veio de Catalão (GO) falou sobre a dificuldade que seus alunos na Universidade apresentam na linguagem escrita e da resistência apresentada pelos outros professores quanto ao uso das TICs como ferramenta de aprendizagem. Wolney diz ser o único professor da Universidade que tem um blog.

 

Bárbara Dieu (http://beewebhead.net/), carinhosamente chamada de Bee, professora de inglês em São Paulo, disse que iniciou seu contato com a internet para conversar com seu filho que foi estudar fora do Brasil. Com isso passou a mexer aqui e ali e acabou se apaixonando pela web. Levou o uso da Web para a sala de aula onde seus alunos começaram a interagir com outros alunos de paises de língua inglesa. Hoje Bee tem um blog e não consegue mais ficar sem blogar.

 

Lúcia Freitas (http://www.ladybugbrazil.com/) que foi quem convidou Bee falou veementemente que está mais do que na hora de se abandonar o método cartesiano de ensino onde mente e corpo são valorizados em separado. Que a escola tem que revisar seus métodos e ingressar no século XXI.

 

Semíramis Alencar (http://educandooamanha.blogspot.com/) disse ser fã incondicional de Paulo Freire e defendeu suas idéias como sendo muito a frente de seu tempo e que para serem colocadas em prática, toda a estrutura escolar terá que ser remodelada.

 

Ceila Santos (http://www.desabafodemae.com.br/) sempre com enfoque jornalístico procurou entender, horas como mãe horas como jornalista, o comportamento do jovem frente aos recursos multimídias. “Será que ele é realmente destemido e por esta razão experimenta os recursos da web sem medo de errar?” “Será que o jovem encara o uso da Web com seriedade ou somente como lazer?”.

 

Este assunto gerou uma bela discussão e Lílian Starobinas (http://discursocitado.blogspot.com/), que é professora universitária em São Paulo frisou que a tecnologia tem que ser apresentada ao jovem como sendo importante para o sucesso da sua vida e que ele deve se apropriar dela com seriedade e não encará-la apenas como entretenimento.

 

Jonny Ken (http://www.infopod.com.br/ensino/educacamp-como-as-ferramentas-20-podem-auxiliar-na-educacao/), também é professor em São Paulo e já atuou da Primeira série até o Ensino Médio passando pelo EJA e que agora é professor de informática, porém nunca cruzou as duas áreas. Jonny levantou algumas curiosidades sobre o uso da web 2.0 como recurso de aprendizagem. Perguntou como é usado o blog com fins pedagógicos e em resposta muitos exemplos e experiências foram compartilhados.

 

Jaciara de Carvalho (http://webeduca.wordpress.com/2008/06/30/para-fortalecer-os-lacos-educacamp/) que também escreve para o EducaRede (http://www.educarede.org.br/educa/index.cfm?pg=revista_educarede.especiais&id_especial=327) participou de diversas formas, interagindo sobre os temas, entrevistando a mim, Ceila, Lúcia e Semíramis e falando do grupo Blogs_educativos (http://br.groups.yahoo.com/group/blogs_educativos/), espaço que serve de ponto de encontro para muitos dos que no EducaCamp estiveram e que também foi campo fértil para a divulgação do evento.

 

Ricardo Carvalho (http://webinsider.uol.com.br/index.php/2008/06/18/voce-pratica-o-e-learning-ja-tinha-reparado/) que aborda em seu site justamente a parceria educação e tecnologia falou da necessidade de se investir na formação do professor para que ele se sinta preparado para utilizar os recursos tecnológicos em sala de aula passando a encarar esta metodologia como uma parceria e não como um obstáculo.

 

Bruno Alves de Mendonça da Brasigo, um dos nossos patrocinadores, falou sobre o lançamento desse portal de busca 100% brasileiro feito para brasileiro que será lançado ao público agora em julho (http://brasigo.com). Também destacou a importância da mudança de paradigma pela escola e pelos professores objetivando a formação e preparo do aluno para seu ingresso no mercado de trabalho.

 

Paulinho Uda http://www.esab.edu.br Falou da EAD como modalidade de ensino que favorece o acesso do aluno como se estivesse em um campus físico presencial, pois propicia meios possíveis de interatividade, porém com pontos muito mais atraentes e eficazes que é o do aluno não precisar se locomover todos os dias até o local de ensino e de poder, ele mesmo, organizar o seu horário de estudo.

 

Mary Grace Martins (http://www.vivenciapedagogica.com.br) contou sobre suas experiências como professora universitária, da resistência apresentada por alguns alunos à utilização dos meios tecnológicos, da dificuldade que alguns têm em se expressar através da escrita e do sucesso e contribuição para a Educação do seu site Vivencia Pedagógica.

 

Ana Laura Gomes (http://webdemais.com.br/2008/06/29/educacamp-eu-fui/) chegou para o segundo tempo e garantiu plena participação sobre o perfil do aluno e do professor que, embora ainda falem linguagens diferentes quando o assunto é tecnologia, a troca e o aprender juntos acabam por estreitar esta distância.

 

Contamos com a presença do Bruno que é jornalista do Estado de São Paulo e a Lívia que é estudante de jornalismo e que embora tenham ficado quietos a maior parte do tempo, prestaram uma atenção imensa e ao final Lívia expressou sua valiosa opinião como estudante falando sobre a imensidão de matéria e informações que recebem na Faculdade, algumas que ela sabe que nunca utilizará, e que o aluno acaba tendo como maior preocupação apenas o cumprimento das tarefas.

 

Eu, Cybele Meyer (www.cybelemeyer.blogspot.com.br) salientei o respeito à individualidade e a não massificação da aprendizagem respeitando o tempo de cada um e motivando o aluno a ser protagonista da construção da sua aprendizagem. Acredito que a parceria Educação e Tecnologia acabarão por favorecer que se leve para a sala de aula o comportamento que se adota na web permitindo que os alunos sejam criativos, responsáveis, autônomos, interativos e produtivos.

 

Este é um pequeno resumo (pelo tamanho do pequeno dá para imaginar o quanto falamos no EducaCamp) do que aconteceu no I EducaCamp.

Deixo o espaço em aberto para que os participantes contribuam com mais informações, haja vista a riqueza de conteúdo que recebemos, nesse encontro maravilhoso, de pessoas que estão envolvidas totalmente com a Educação do nosso país.

Por ter sido o nosso encontro uma desconferência não há conclusões para serem compartilhadas. Na verdade sementes foram lançadas para que as reflexões não se encerrem aqui e sim continuem nos grupos de debates, nas salas dos professores, nos encontros virtuais, presenciais, nos… 

As fotos do evento podem ser vista no

 

Picasa da Lilian

http://picasaweb.google.com.br/lstarobinas/IEducacamp

 

e no meu Flickr

http://www.flickr.com/photos/21631833@N08/sets/72157605905583205/ 

Beijinhos para todos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em evento

6 Respostas para “Saiba o que aconteceu no I EducaCamp

  1. Cybele, muito boa esta sua síntese. Parabéns!

    O I Educacamp deixou expectativas e possibilidades para futuros encontros. Vimos que este grupo de professores, que se preocupam com o uso das TICs na educação, têm uma experiência relevante e que pode ser útil àqueles que estão mergulhando neste mar tecnológico.

    Agora é contar com a sorte, a determinação e oportunidade para que nas próximas desconferências possamos avançar no debate.

    Grande abraço,
    Wolney

  2. Olá Wolney,

    Obrigada pelo carinho.

    O aprendizado foi grande e continua…sempre…

    A semente foi plantada, agora temos que cuidar para que ela germine e dê bons frutos.

    Abraços

  3. Parabéns! colaborativa Cy pelo resumão e espero que todos se lembrem da campanha da camiseta de amanhã

  4. Opa Cybele!

    Pessoal fez poucas resenhas do evento… Legal você colcoar a sua!

    abraços

  5. Pingback: Aprendendo em Rede » Blog Archive » Educamp o que é?

  6. Pingback: Educamp na Campus Party 2012 | Instituto Crescer para a Cidadania

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s